Emoticon nosso de cada dia

Eles passam boa parte dos dias com a gente, em conversas e nos mais diversos aplicativos, mas sabemos mesmo o que eles significam?

Comportamento
Data: 1 de novembro de 2015
Créditos: Reprodução/Internet

Eles surgiram na década de 80, quando um professor chamado Scott Fahlman descobriu que sinais de pontuação usados juntos podiam formar uma carinha sorrindo. De lá pra cá, mais de 30 anos depois, a forma de se comunicar mudou bastante. Hoje, os emoticons estão no Whatsapp, no Facebook, no Skype e nos principais meios de comunicação que usamos, embora com diferentes nomes, e é até difícil imaginar uma época em que os emoticons não existiam.

Confirmar uma reunião com um sinal de “ok”, demonstrar amor por meio de um coração, paquerar. Para além das carinhas, hoje são flores, casas, carros, animais e uma gama de opções que abrangem as mais diversas sensações e emoções, nos mais variados momentos e conversas.

Para Mariana Saldanha, 18 anos, o uso de emoticons “é bom pra mostrar o que você tá sentindo”. Ela conta que em conversas online, as pessoas não podem ver as reações umas das outras “o emoticon ajuda a demonstrar isso ”, afirma.

Mas a verdade é que nem todo mundo gosta delesSarah Cunha, de 19 anos, evita o uso, emoticons para ela só quando precisa mostrar que está triste ou feliz. Ainda assim, a designer gráfico admite que os desenhos são uma forma interessante de se comunicar pela internet, sem precisar usar palavras, mas “acaba irritando quando usam demais”, declara.

 

Emoticon para namorar

 

Quando o assunto é a comunicação entre homens e mulheres, o uso de emoticons é um capítulo à parte.

É bem verdade que as mulheres, adeptas de uma linguagem mais expressiva e aberta, usam mais emoticons que os homens. “Homens não se apegam tanto a essas coisas quanto as mulheres”, afirma a estudante Janaína Oliveira, de 21 anos.

Para Iury Chaves, de 26 anos, “os emoticons são uma demonstração do seu humor e sentimentos, e as mulheres são bem melhores em demonstrar isso” . O advogado acredita também que o uso de emoticons não torna mais fácil ou difícil entender as mulheres, “é apenas uma outra forma de demonstração de sentimento”, conta.

Mas quando se fala em romance, não há muita diferença entre os gêneros, são tantas opções de corações e carinhas apaixonadas, que qualquer um teria que se render ao poder de alguns corações numa conversa e admitir: é mais fácil flertar usando emoticons. Mas, assim como as palavras, as figurinhas estão sujeitas a má interpretação e não são poucos os mal entendidos que acabam surgindo disso.

Mariana conta que, certa vez, quando ia sair com um estudante de medicina, ela mandou um emoticon que mostra uma carinha com uma máscara de médico, uma forma de brincar com a futura profissão dele. O que ela não esperava era que o pretendente fosse entender que ela estava doente e acabar “deixando” ela ficar em casa. Nem por isso ela desistiu, “aquele emoticon do whatsapp que é uma lua com cara de safadinha eu sempre uso”, conta.

 

Que tal um dicionário?

 

Vamos admitir, seria muito mais fácil se todos entendêssemos – sempre – o que cada emoticon significa, mas a lista é vasta e até agora, pelo menos, ninguém criou nenhum dicionário para isso. Sendo assim, resta continuar usando essas carinhas (e aprendendo na base do erro) que tanto crescem, em número, tamanho, quantidade de reações e sentimentos que podem expressar.

Para dar uma ajudinha a nossos barbeiros, a Barbearia Digital resolveu mostrar o significado de alguns emoticons. Esses você já pode usar sem medo, qual deles você vinha usando errado e nem sabia?

 

Barbeiro Digital