5 dicas para dar um up na corrida

Elencamos 5 dicas simples, porém, capazes de fazer a diferença na sua “corridinha de cada dia”. Confere!

Esporte
Data: 28 de setembro de 2016
sem-titulo-2

Próximo domingo é dia de medalha [o Brasil definitivamente entrou no circuito das corridas de rua] e você, sobretudo iniciante, já deve estar louco para vestir o kit e sair pelas ruas mostrando para a galera que, finalmente, vai aderir a prática.

Mas você sabia que corrida também é técnica? Sim, assim como todo esporte a corrida de rua requerer condicionamento específico e o auxílio de um profissional capaz de orientá-lo para acertar no passo e não correr o risco de prejudicar a saúde.

O portal Barbearia Digital separou 5 dicas simples [um tanto lógicas] porém capazes de melhorar seu desempenho e, conseqüentemente, sua vida. Fica atento:

 

foto-1

 

1-      Stop Music

Considerada como uma excelente companhia, a música nem sempre é recomendada, sobretudo se você for iniciante. O som é um risco à concentração e pode acabar te fazendo sair do ritmo correto da corrida. Sem falar nos riscos à segurança, ficando muito mais vulnerável a acidentes como atropelamento, por exemplo.

2 – Esfrie somente a cabeça

Sabe aquela mania de jogar água no corpo todo? Abandone! Não sei se você já parou para pensar, mas a água que escorre em demasia pelo corpo chega, inclusive, aos tênis aumentando [e muito] o peso a ser carregado. O risco de bolhas nos pés também é maior, já que o atrito fica mais acentuado. Portanto, refresque apenas a cuca.

3 – Para frente, sempre!

Nada de acomodação. A variação no treino é fundamental para o crescimento no esporte. Como está sua freqüência? Corre 5k três vezes por semana? Ótimo! Na próxima semana você pode até permanecer com a mesma quilometragem, mas estabeleça uma variação de ritmos: acelere o passo em um dia, no outro reduza… e assim siga criando variações de treinos.

4 – Personalize o passo

Você pode até admirar a passada daquele colega que vem mandando bem na corrida, mas nada de querer imitá-lo, ok?! A técnica da corrida é universal e deve ser desenvolvida com o auxílio de um profissional. Uma vez aprendida cabe a você criar o seu estilo, aquele que mais se adéqua a sua saúde.

5 – Velocidade não é tudo

Há quem menospreze os benefícios do trote, que muitas vezes parece mais lento que uma caminhada mais rápida. Porém, vale salientar que a frequência cardíaca é maior e o gasto calórico também. Portanto, fica a dica: nem sempre alta velocidade é o melhor ritmo a ser seguido.

 

 

*Com base nas orientações de Marcos Paulo Reis

Barbeiro Digital