A pegada genderless de João

Em parceria com Daniel Ueda o estilista apresentou uma alfaiataria para homens que poderiam [muito bem] ser vestida por mulheres

Estilo
Data: 29 de abril de 2016
banner2

João Pimenta figura hoje como um dos maiores estilistas ligados à moda masculina brasileira. Mas essa figuração é mais ampla. Moda masculina que pode perfeitamente migrar para a feminina.

Em um dos desfiles mais aguardados da edição 41 da São Paulo Fashion Week – SPFW, Pimenta apresentou a perspectiva de um militarismo genderless [sem gênero] que poderia sair dos armários de soldados homens ou mulheres.

Comprimentos mais curtos, que deixam a “barriguinha” de fora, corserts e shorts de estrutura mais ousada compõem a coleção que abusou, ainda, dos materiais. Tecido de redes e até um tear feito a partir de fitas VHS.

Se você é mais conservador, certamente irá questionar a praticidade dos figurinos do estilista. Mas nós [barbeiros que fazem o meio campo entre o comercial e o conceitual, o formal e o casual […] afirmamos que você pode até não reproduzir na íntegra um dos figurinos desfilados, mas as peças de João Pimenta são possíveis de ganhar as ruas, sim. Existe, ainda, outro fator inquestionável: João Pimenta é um artista. Estilo e ousadia não faltam em suas peças.

Confira as peças produzidas pela dobradinha João Pimenta e Daniel Ueda:

 

Barbeiro Digital